“Uma grande celebração, um encontro de amigos para fazer o bem.” Assim o empresário Silvio Bentes define o já tradicional Cantores do Bem, show beneficente que reúne figuras da sociedade paulistana em prol da Associação Aquarela, ONG que há 18 anos atende crianças carentes da região do Jaguaré (zona oeste de São Paulo). Em sua décima edição, o evento levou 630 pessoas ao espaço Trivento, na Vila Olímpia, no início de novembro, para assistir à performance dos 19 cantores amadores. “Superou muito nossas expectativas. Tivemos recorde de público e de arrecadação, com 20% a mais que no ano passado”, diz Bentes, organizador do evento e diretor da Associação Aquarela.
Com tema livre, cada participante escolheu a música que iria apresentar. O resultado foi um repertório eclético e performances animadas, com direito a figurinos especiais. Ana Cristina e Horácio Bernardes abriram a noite ao som de “La Vie em Rose”, eternizada originalmente na voz de Edith Piaf. Karla Sarquis homenageou a banda inglesa Queen, com “Bohemian Rhapsody”, e Álvaro Marco Coelho da Fonseca cantou “Hound Dog” e “Blue Suede Shoes”, de Elvis Presley. O grand finale foi ao som de Tim Maia, “Eu e você”, com todo mundo no palco. Para fazer bonito no dia da apresentação, os cantores de primeira viagem encararam cerca de seis meses de ensaios. Toda semana, eles se reuniam para jantares seguidos de cantoria, tendo um anfitrião diferente a cada vez. “Foi uma verdadeira festa”, diz Bentes.
Página 3 de 7«12345»...Última »